Publicado em 30 de jan de 2019

O que eu achei do navio MSC Seaview

Oi gente, tudo bem com vocês?

No final do ano eu postei aqui dicas de cruzeiros para marinheiros de primeira viagem e hoje eu vim falar da aventura que tive semana passada (do dia 19 ao dia 26 de janeiro) no novo navio da MSC Cruzeiros, o MSC Seaview.

O navio foi feito para aproximar os passageiros do mar – Foto: Giovanna Prando

O navio tem capacidade para até 5429 passageiros e 1413 tripulantes, então imagine a quantidade de filas e de pessoas juntas no mesmo lugar, principalmente na área da piscina (que já aviso: é salgada). Por ter tantas pessoas você vê de tudo, desde gente super educada até barraqueiro sem educação, mas isso não é algo que interfira na viagem.

Se quiser aproveitar a piscina a dica é chegar cedo para aproveitar vazio – Foto: Giovanna Prando

Comida

Muitas pessoas questionam o tipo de comida servida nos navios. Tem bastante variedade! Desde pizzas e hambúrgueres a peixes e camarões. Além do buffet que fica aberto 20h e serve todas as refeições com comidas mais simples, mas que não deixam a desejar. Há também os restaurantes a la carte (com menu) que servem café da manhã, almoço e o jantar – principal refeição, onde servem comidas mais elaboradas.

Almoço e café da manhã no buffet – Foto: Giovanna Prando

Ambos os lugares são ótimos e tudo depende do seu tempo e se você está disposto ou não a se arrumar, já que no a la carte não pode entrar com roupa de praia e tem o tempo de esperar o garçom trazer a comida (cada refeição demora cerca de 1h30).

Uma das entradas do jantar a la carte – Foto: Giovanna Prando

Entretenimento

As festas são incríveis, super para cima e os animadores então nem se fala. O que não pode ficar de fora são os espetáculos. Eles são INCRÍVEIS! Valem super a pena a ida com a garantia de sair de lá super satisfeito.

Os figurinos são impecáveis e os cantores são maravilhosos – Foto: Giovanna Prando

O Seaview e o Seaside (que faz o roteiro saindo de Miami) tem algumas coisas diferentes de outros. Um exemplo disso são os elevadores, eles não são como os que estamos acostumados que você aperta e entra em qualquer um, nesses navios você seleciona o andar que deseja ir e ele te indica em qual deles entrar já que são muitas pessoas, com isso você não fica parando em todos os andares.

Outra coisa diferente é que no buffet você tem a opção de se servir nas bebidas. Há máquinas de refrigerante, vinhos e chops. É só encostar o cartão na máquina que você quer e é identificado o all inclusive ou somado o valor a ser cobrado.

Ponte de Vidro

A grande novidade desse cruzeiro é a passarela de vidro no 16º andar, que dá vista panorâmica para a parte de trás do navio e do mar. Já aviso que dá um certo medo, porque logo abaixo tem a piscina do 7º andar e da MUITA aflição.

Não recomendo para quem tem medo de altura – Foto Giovanna Prando

O navio é imenso e levaria uns 3 posts para conseguir falar de tudo que tem nele, mas caso você tenha alguma dúvida pode deixar nos comentários, no meu Insta (@Giprando) ou no do site (@portalrua6), que eu respondo com o maior prazer.

Beijoss, Giovanna

Tags
Giovanna Prando

Postado por

Giovanna Prando

Uma alma feliz, que ama a liberdade e várias outras coisas. Quem disse que mulher não pode gostar de maquiagem e de heróis ao mesmo tempo? Eu gosto do que eu quiser. Viagens, beleza, filmes e séries, animais e água – seja mar ou piscinas – são as minhas paixões e eu estou aqui para compartilhá-las e quero que vocês compartilhem as suas comigo, afinal o que é a vida de uma jornalista sem histórias?