Publicado em 04 de dez de 2017

A moda aposta em artesãos

Após a revolução industrial, que ocorreu do século XVIII ao XIX, tudo se tornou apenas mais uma peça na prateleira, mas e aqueles produtos que você quer chamar de seu, será que pararam quase totalmente de serem produzidos? Acho que já dei uma dica pelo título do post, mas a resposta é não, não pararam e estão ganhando cada vez mais incentivo no mundo da moda: se tornou até mesmo um movimento chamado de Manifesto Compro de Quem Faz.

Marcas como Catarina Mina e A Figurinista tomam cada vez mais a boca dos fashionistas e apostam em um trabalho personalizado a partir da magia de se pensar cada peça como única e fazer parte de todo detalhe da sua confecção.

Separei quatro lojas que você pode xeretar o Instagram e conhecer os produtos descolados que são feitos. Vem se apaixonar comigo:

CATARINA MINA

Cada objeto e bolsa feito de crochê acabam com a ideia de que esse tipo de confecção é só para a terceira idade. Afinal, já se foi o tempo de rotular que só um certo tipo de pessoa fica bem com um determinado estilo. E tem mais, os modelos conseguem captar a essência antiga em um produto moderno.

Foto: Reprodução Instagram Catarina Mina

A FIGURINISTA

Com tudo autoral, a marca aposta em acessórios e joias. Cada peça tem um formato diferente e um trabalho artesanal maravilhoso. Você percebe isso em cada curva dos produtos, onde tudo é construído com cautela para tornar um simples objeto em uma obra de arte.

Foto: Reprodução Instagram A Figurinista

SARAH CHOFAKIAN

O ar romântico e parisiense é o que você mais encontra nos modelos de sapato da loja. Ah, se você é antenado ao mundo fashion, já ouviu falar da grandiosa Gloria Kalil – jornalista, empresária e consultora de moda brasileira – e não é que essa figura usa Sarah.

Foto: Reprodução Instagram Sarah Chofakian

GIOCONDA CLOTHING

Quer empoderamento? Então a Gioconda vai te acompanhar na hora de vestir uma lingerie, um pijama confortável  ou uma roupa para sair que dê a sensação de traje de dormir (um sonho, não?!). A loja aposta em inspirar suas clientes com modelos “humanas” e plurais, do dia-a-dia e que são maravilhosas.

Foto: Reprodução Instagram Gioconda

Por hoje é só, mas antes um aviso: todos os sites estão lincados aos nomes das marcas para, quem sabe, você se inspirar a brincar de artesão com suas sobras de roupa. Até mais.

BeiJUs, Juliana

Tags

Postado por

Juliana Garcia

Sou jornalista, apaixonada por audiovisual, redes sociais, pessoas e soluções. Mas não só. Gosto da arte, da natureza, da vida. Que de vez em quando nos faz de cactos, ensina a sobreviver em meio às adversidades. E tá tudo bem, porque tudo é questão de perspectiva. Concorda?

Comentários